Arquivo mensal: junho 2014

Sobre pessoas e relacionamentos

_ E como foi o relacionamento?

_ Namoramos 5 anos. E demorou mais 8 anos pro relacionamento terminar.

Sobre como futebol combina com tudo

O job era pra aliar empresa com a Copa do Mundo…

 

Há 45 anos, o time da Perfipar sua a camisa todos os dias para entregar aos clientes os melhores produtos com a melhor qualidade. Amanhã o time Perfipar vai estar no banco de reservas, mas por um bom motivo, torcer pelo Brasil!

 

E se…

Faço aniversário em maio e sempre quando chega o dia me pergunto qual o sentido da vida.

Então percebo que não há forma que me defina, nem formato que me preencha, estou em fase de formação… e acho que o sentido da vida é…

Beijar a careca do seu avô com Alzheimer e ele sorrir de volta, mesmo sem saber quem você é.

Vislumbrar como os olhos da sua mãe brilham quando encontram os seus e se sentir a pessoa mais amada do mundo.

Brigar com seu irmão e nem precisar pedir desculpas.

Chorar lendo um livro que fala de relacionamento com Deus, o melhor amigo de todos.

Ir à igreja e ter a certeza de que vale a pena acreditar nas pessoas.

Pagar um chocolate pra um amigo (a) sem aviso prévio ou interesse. Só por amizade.

Tratar os de baixo e os de cima da mesma maneira, com educação, respeito e sorriso.

Apaixonar-se sem medidas e acreditar que é pra vida toda, mesmo sabendo que não.

Esperar o amor em forma da pessoa certa, e ai “morar um no outro”. (copiei essa parte do Mario, o Quintana)

Então acordo com a realidade gritando em meus ouvidos. Existem os problemas, as pessoas que preferem estar do lado B da força e minhas frustrações de estimação. Mas mesmo assim, enquanto todos perguntam “E agora?” Eu insisto no “E se…”

A tal pinta… na boca

Me observava. Até que a fatídica pergunta surgiu entre nós.

_ Você tem uma pinta na boca?

_ Tenho.

_ Que diferente… Um charme!

Essa foi uma reação tranquila. Lembro de uma vez, um engraçadinho me perguntou se o carrapato na minha boca não estava incomodando. Carrapato? Na boca?

Noutra (acho que na 5ª série), o Wilson fez, com caneta preta, na própria boca, uma pinta. Só para tirar onda com a minha cara.

Quando o assunto é beijo, ela é fetiche. Com direito a promessas de quem quer arrancá-la com uma mordida.

Dra. Adelia, minha dermatologista, quer tirá-la por precaução médica. Protelo. Há anos.

Segundo o dicionário Pinta é uma pequena mancha ou sinal de nascimento. Amo a minha. Sem ela não seria eu. Faltaria uma identidade.

Quando penso na vida

Fazer o quê, se a vida é isso e isso é pouco?

O nosso filme

Nosso filme deveria estar na pré-produção. Bons filmes respeitam o tempo necessário para cada etapa, caso contrário, correm o risco de serem apenas medianos ou nem chegar a filmagem.

Você me definiu como o mocinho do nosso filme, nem perguntou se eu concordava e, de brincadeira séria, impôs um teste do sofá, que não fiz.
E então, como roteirista egoísta que é, me promoveu a vilão. Assim, arbitrário, ansioso e precipitado.

Gosto dos vilões. Mais interessantes que mocinhos. Acontece que não sou mocinho, nem vilão. Ou sou os dois ao mesmo tempo, além de outros personagens. Você também. Todos são. O bicho humano é tão complexo que usar apenas uma definição é, no mínimo, burrice.

Pois bem, acho que chegou minha hora de atuar, e como vilão. Até por que, odeio levar a fama sem ter rolado na cama. Serei um vilão que só quer ser feliz, lutando contra pessoas que só querem ter razão. Isso te soa familiar? Tem certeza que me quer como vilão?

Nosso filme está sem final, mas já tem um belo clímax, não acha?

Enquanto isso no lustre do castelo…

_ Estou namorando comigo agora.
_ Folgado! Não vale. Pegou o mais gato… rs
_ uahuahuaha’

Eu, que não li Machado

Eu, que não li Machado, sei que o mesmo nunca citou em seus textos as comuns escarradeiras presentes nas casas do século dezenove. Foi Nelson quem me contou, o Rodrigues.

Eu, que não li Machado, sei que você não é Capitu, mas também tem olhos de ressaca.

E quando alguém me pedir para explicar o sentido da expressão “olhos de ressaca” apontarei seus olhos, que serão em si mesmos a melhor explicação possível.

Se apontarei seus olhos, logo os mesmos estarão próximos, logo você estará próximo, logo isto é um pedido, um desejo e um medo. Pois gosto de ti, pois és um anjo, pois és uma mistura irresistível: olhos de ressaca em um rosto de ursinho. Acho-te a cara do Ursinho Ted.

Eu, que não li Machado, terei de ler.

Quando eu for presidente

Quando eu for presidente, farei algumas mudanças.

Dias úteis serão sábados e domingos, apenas. E segunda a sexta será o novo fim de semana.

Acho que combina mais com o Brasil… e com meu estado de espírito.

Sobre mudanças

Nos últimos meses, meu melhor amigo tem sido o Google Maps…

Sobre sair de casa aqui

Acho tão Londres… tão Manhattan… tão ilustrações do meu livro de inglês… ter de colocar camadas de casacos antes de sair de casa. E depois, quando volto, ter de tirar camada por camada.

O comentário acima me leva a outro, abaixo.

Eu sempre reparo em coisas desnecessárias. É bobagem e não tem serventia nenhuma, mas acho legal isso dos casacos. Como diz Pedro Kastelic, do Storytellers, a origem das boas ideias está na percepção de quem as pensa. Identifico-me com essa afirmação que de alguma forma me conforta. Só não paga minhas contas, ainda.

Enquanto isso no lustre do castelo…

Uma certa Süper me perguntou.

_ melhorô?

_ (personagem do pânico) mais ou menos, mais ou menos. Disse eu.

 

Ela se referia ao meu mal humor com a vida que em dias sim e outros idem me assola e me faz descrer na humanidade humana. E continuei.

 

_ eu tava com a janela aberta aqui pra te falar “oi”, mas vc falou primeiro

_ todo dia te falo, todo dia falarei…te amo, meu príncipe das neves huahuahuahu

 

Diante de tão doces palavras, só me restou retribuir.

_ uahuahuahuahuahua,  eu te amo quilômetros… continentes… oceanos uahuahuah

Sobre viajar no job dos pneus…

CHAMADA

Você sempre em frente.

Não importa o que surgir no caminho.

TEXTO

Imprevistos acontecem e a história prova isso. Nos anos 90, motoristas da cidade de Varginha/MG foram surpreendidos por extraterrestres que transformaram a cidade na Terra do ET. Descobrimos também que o Chupa-Cabras está mais para turista do que para aberração, pois já foi visto em mais de 14 países.

Mas não se preocupe! Com a qualidade dos Pneus X seus clientes enfrentam qualquer desafio. Aproveite a promoção* de férias: Na compra de 24 Pneus, leve um pacote com 6 Infladores de Pneus de brinde para deixar seus clientes duplamente prevenidos.

(ASSINATURA LOGO + FACEBOOK + YOUTBE + SITE)

*Promoção válida para junho e julho de 2014. Para pedidos mínimos de 48 pneus, com Aro 15 ou acima.

Sobre fugas

Tem dias que a vontade de voltar para o útero e ficar por lá mais uns 9 meses é latente. Uma vontade tão absurda quanto necessária.

Na vida adulta, o mais próximo que consigo chegar disso é colocar meu fone de ouvido, uma música boa e subir a toca da blusa.

Coleciono abraços

Gosto de dar abraços fortes e apertados.
Gosto de sentir coração com coração.
Por que gosto de abraçar.
Por que poderia ser o último.
Por que um dia será.
E quando for, terei me despedido a altura.

Marisa, I love you.

Ando meio cansado desse papo de que a vida vai se encarregar de me mostrar à/a pessoa certa.

Algo como: quando for a pessoa certa você vai saber. Ou sentir. Ou simplesmente vão surgir borboletas coloridas e uma luz irradiará por entre os olhos da pessoa certa… Tudo mentira!

Hoje em dia as pessoas estão mais para filmes de terror com zombies (todo mundo come todo mundo), do que pra comédias românticas (cheias de deliciosas bobices amorosas). Como diria eu, é muito “lepo, lepo” pra pouco “amor, I love you”.

Ah Marisa, somos raros e em extinção.

O anjo do dia

O anjo de hoje estava no ponto certo. Quem estava completamente perdido era eu. Também pudera… minha primeira vez ali e meu desleixo cuidadosamente praticado me fez esquecer de olhar o mapa. Só me restou perguntar.

_ A senhora sabe se o ônibus Mercês/Guanabara, sentido Mercês, passa aqui?

_ Não! Você tem que ir até a Praça Rui Barbosa… Venha, vou te mostrar.

E então, como se fosse minha mãe, me conduziu três quadras acima, rumo ao ponto certo. Coisa rara em qualquer lugar do mundo, imagine aqui.

_ No ponto para onde vamos, consigo pegar outro ônibus que também me leva pra casa. Afirmou, com muita naturalidade, o anjo do dia.

Enquanto me sentia agradecido pelo gesto, tentei parecer o mais normal possível. Meu receio era de que a senhora de 50 e poucos anos, talvez achasse que eu estava ali para, sei lá, assaltá-la. Puxei assuntos triviais e falei coisas boas a meu respeito, mas que não faziam o menor sentido naquele momento.

Por fim, chegamos ao ponto, ela apontou o meu e me despedi com o que sei fazer de melhor, agradecendo.

Sobre seus olhos

Eu enjoo rápido das coisas.
Então você me vem com olhos que mudam de cor, com tons que variam entre azul, verde e cinza.
Achei isso bem legal da sua parte.
Curioso que mal te conheço e me desperta desejos de escrever.
E é quando sou o melhor de mim.

Sobre diálogos…

Enquanto isso no lustre do castelo…

_ Né Sr. Indiretas!
_ Pessoas inteligentes são indiretas…