O anjo do dia

O anjo de hoje estava no ponto certo. Quem estava completamente perdido era eu. Também pudera… minha primeira vez ali e meu desleixo cuidadosamente praticado me fez esquecer de olhar o mapa. Só me restou perguntar.

_ A senhora sabe se o ônibus Mercês/Guanabara, sentido Mercês, passa aqui?

_ Não! Você tem que ir até a Praça Rui Barbosa… Venha, vou te mostrar.

E então, como se fosse minha mãe, me conduziu três quadras acima, rumo ao ponto certo. Coisa rara em qualquer lugar do mundo, imagine aqui.

_ No ponto para onde vamos, consigo pegar outro ônibus que também me leva pra casa. Afirmou, com muita naturalidade, o anjo do dia.

Enquanto me sentia agradecido pelo gesto, tentei parecer o mais normal possível. Meu receio era de que a senhora de 50 e poucos anos, talvez achasse que eu estava ali para, sei lá, assaltá-la. Puxei assuntos triviais e falei coisas boas a meu respeito, mas que não faziam o menor sentido naquele momento.

Por fim, chegamos ao ponto, ela apontou o meu e me despedi com o que sei fazer de melhor, agradecendo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s