Como imãs

Estou no lotado ônibus laranja.

Do lado de fora do vidro, vejo uma cidade linda.

Dentro, vejo pessoas com olhares que se repelem, como imãs. As vezes estão face a face, mas os olhares não se olham.

Meu olhar é curioso. Se não fora, não teria observado tal como fiz. E para minha surpresa, seu olhar também é. Nossos olhares se atraem, como imãs.

Dito isto, resta saber se você quer me dizer oi. Eu quero.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s