Arquivo diário: 18/08/2014

é não você

É o ronronar. É o olhar doce e inocente do seu gato.

É o beijo silencioso. É a demonstração secreta de carinho.

Não é você.

É o olhar de culpa pela não aceitação. É a explosão de ser o que é.

É o verde da roupa de cama, da camisa e dos seus olhos.

É a mão que desliza sobre a barba. Não é você.

É a presença completa. É a bandeja de frutas vermelhas.

É a satisfação em receber bem quem visita.

Não é você.

É o pedido para ver aqueles vídeos no youtube.

É a história que se repete e, eu ansioso, desconfio do final.

É o meu cheiro que marca e agrada. Não é você.

É a possibilidade de felicidade que sempre invade.

É a esperança que me alcança e ao meu coração amansa.

Não, é você.